3 Maneiras de calcular o valor da sua emrpesa (VALUATION)

14.08.2017

 

Existem inúmeros métodos de valuation para calcular o valor de uma empresa e a escolha do método ideal é importantíssima para chegar a um valor mais justo do seu negócio. A decisão de qual metodologia utilizar para fazer um Valuation exige conhecimento estratégico e técnico, além de conhecer bem o setor e as condições na qual a empresa se encontra.

Mas o que significa um Valuation?

Valuation é o termo dado para o processo de avaliação de uma empresa, que permite estimar o valor do negócio em questão, usando modelos quantitativos para analisar a situação financeira e as perspectivas de crescimento do negócio. Veja o nosso conteúdo exclusivo com as 10 razões para fazer um Valuation da sua empresa (clique aqui).

Entre as diversas técnicas de Valuation, escolhemos os três métodos de valuation mais utilizados pela nossa equipe para avaliar uma empresa. Entenda a seguir quando escolher cada um dos métodos, suas vantagens e desvantagens e os critérios utilizados para chegar ao preço justo do negócio.

Fluxo de Caixa Descontado (FCD)

O método de avaliação Fluxo de Caixa Descontado (FCD) é uma análise fundamentalista que tem como base as projeções econômico-financeiras de performance da empresa. Consideramos a metodologia mais sofisticada, sendo a mais utilizada por nossa equipe, no entanto é também o método mais complexo de avaliação.

A avaliação pelo FCD é capaz de trazer a valor presente, mediante uma taxa de desconto, a capacidade da empresa de gerar riquezas no futuro. Esse processo é feito levando em consideração os investimentos feitos em seus ativos operacionais, o seu custo de capital e os riscos do empreendimento. Geralmente essa projeção é analisada pelos próximos 5 anos, podendo ser projetada por mais tempo, variando de acordo com o nível de previsibilidade da receita.

Para calcular o valor de uma empresa pelo método do Fluxo de Caixa Descontado  passamos por três etapas principais:

  • Calcular o fluxo de caixa, ou seja, a quantidade de dinheiro que a empresa gera em cada exercício após descontar todos os seus gastos;

  • Determinar a taxa de desconto de acordo com as oportunidades de investimento e os riscos inerentes à atividade da empresa;

  • Calcular o valor presente de todos os fluxos, utilizando modelos matemáticos.

Seguindo essas etapas, fazemos uma projeção da riqueza que sua empresa vai produzir no longo prazo, indo além do horizonte de nossa projeção, levando em consideração os riscos assumidos. Em outras palavras, medimos o volume de recursos que serão gerados no futuro, acrescido aos valores atuais, descontado o tempo para chegar lá e os riscos associados a essa estimativa.

Mas na prática, como são feitos esses cálculos?

Valor Residual = (Fluxo de Caixa p/ a Firma)*(1+g) / (WACC – g)

Legenda:

g = taxa de crescimento no longo prazo

WACC = Custo Médio Ponderado de Capital (Weighted Average Cost of Capital)

Com os valores presentes do Fluxo de Caixa e o valor residual, a próxima etapa é calcular o valor do negócio, utilizando a seguinte fórmula:

EV = VPfcl + VPp

Legenda:

EV = Enterprise Value ou Valor da Empresa

VPfcl = Valor Presente do Fluxo de Caixa Livre no horizonte de projeção

VPp = Valor Presente do Valor Residual, após o horizonte de projeção

E agora? Já temos o valor da empresa (Enterprise Value -EV), a última etapa é determinar o valor do Equity (Equity Value), ou seja, o valor real do negócio.

Vamos usar a seguinte fórmula:

Equity Value = EV (+/–) Saldo das Contas Não Operacionais

Sendo que as Contas Não Operacionais são compostas, majoritariamente, pelo endividamento total da empresa menos o caixa disponível e outros equivalentes de caixa.

Múltiplos de Mercado

Para calcular o valor de uma empresa utilizando a metodologia de Múltiplos de Mercado é necessário fazer uma análise comparativa do desempenho econômico-financeiro de empresas com características similares do mercado.

É preciso estar atento a dois aspectos ao utilizar a metodologia de Múltiplos:

  1. Os valores devem ser padronizados. Sendo assim, para calcular o múltiplo preço/lucro, você precisa encontrar o preço por ação e o lucro por ação;

  2. Não existem empresas idênticas, por isso é preciso encontrar empresas com características bem similares, evitando divergências em relação as perspectivas futuras.

Trata-se de um método simples e fácil de utilizar, sendo muito útil como comparação quando escolhido outros métodos de avaliação. A avaliação por múltiplos talvez seja a que mais apresenta valores próximos ao valor de mercado das empresas similares, no entanto, pode não ser o valor mais próximo ao que realmente vale o negócio, já que o método se limita a comparação de mercado.

Tipos mais comuns

Existem vários múltiplos de mercado, os mais conhecidos são: Firm Value/ Ebitda, Valor empresarial/Ebitda, Firm Value/ faturamento e Valor Empresarial/ lucro líquido.

A equação básica de qualquer múltiplo é a divisão entre dois fatores, sendo o valor de mercado, o qual pode ser o preço da ação ou uma transação de uma empresa, pela variável que gerou a relação possível de comparação entre as empresas:

 

Veja os tipos de múltiplos mais comuns:

  1. Múltiplos de lucro– Preço por ação (P) dividido pelo Lucro por ação (L).

  2. Múltiplos de valor patrimonial– Valor de mercado dividido pelo valor do patrimônio líquido da empresa.

  3. Múltiplos de receita– A receita é a primeira linha do resultado, ela é menos influenciada pelas regras contábeis. Enquanto que os múltiplos de lucro e o valor patrimonial têm seus cálculos mais influenciados pelas regras contábeis.

  4. Múltiplos setoriais– Restringem a comparação a empresas do mesmo setor devido a seu alto grau de especificidade.

Valor patrimonial                        

Calcular o preço de uma empresa pela metodologia Valor Patrimonial tem como base a avaliação do patrimônio líquido. Para chegar ao valor patrimonial contábil de um negócio, é preciso somar todos as contas dos seus ativos circulantes (caixa, valores a receber de clientes, despesas antecipadas etc.) e não circulantes (imóveis, máquinas, estoque, equipamentos, veículos etc.) e subtrair as dívidas e outras obrigações presentes em seu passivo circulante e não circulante (obrigações trabalhistas, fornecedores, obrigações tributárias etc.) da empresa.

Quadro comparativo dos Métodos de Valuation

Agora que você já conhece os três métodos de valuation, veja abaixo um quadro com as vantagens e desvantagens de cada uma para ajudar na escolha de qual método se encaixa com o perfil da sua empresa.

 Fonte - http://www.investorcp.com/3-maneiras-de-calcular-o-valor-da-sua-empresa-valuation/4119/

 

 

Please reload

 POSTS recentes: 
Please reload

 procurar por TAGS: 

© 2016 by Invoop. 

 

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon